Justiça condena mulher que, por vingança, cortou pênis e testículos do amante com tesoura de jardinagem

514
REPRODUÇÃO - A arquiteta Brenda Micaela Barattini foi condenada a 13 anos de prisão pelo crime contra a vida do amante.

A arquiteta Brenda Micaela Barattini, de 28 anos, foi condenada pela Justiça, nessa quarta-feira (25/09), a cumprir 13 anos de prisão por ter cortado, com uma tesoura de poda, parte do pênis e do testículo do amante, o músico Sergio Fernandez, de 42 anos. Por unanimidade, o Júri Popular considerou o caso, ocorrido em 25 de novembro de 2017, em Córdoba, na Argentina, como tentativa de assassinato. Além da pena de detenção, Brenda também terá de pagar US$ 493.665 para o ex-amante.

A arquiteta teria cometido o crime durante um ‘jogo sexual’. Ela teria convencido o músico a deixar vendá-lo e, durante o sexo oral, cortou o órgão genital com a tesoura de jardinagem. Ao ouvir os gritos do homem, os vizinhos foram até o local, onde o socorreram. Sergio passou oito dias em coma. Após o episódio, ele alega estar sofrendo de crises de pânico, ao pensar que todas as mulheres o querem matar durante o ato sexual.

Brenda inicialmente afirmou que teria cometido o crime como forma de se defender. Porém, no julgamento, ela acabou admitindo ter planejado o ato, mas sem intenção de matá-lo. Segundo a arquiteta, tratava-se de uma vingança pela divulgação de vídeos e fotos íntimas suas, supostamente feitas por Sergio.

“Ele me transformou em um objeto sexual. Violou a minha privacidade e destruiu a minha carreira. Fiquei arruinada”, disse Brenda ao júri. Antes da condenação, ela ainda disse: “Eu ferrei minha vida. Nunca na minha vida eu queria matar alguém. Não era minha intenção e peço que seja feita justiça. Sinto muito pelo que fiz. Eu quero continuar com minha vida normal. Eu sinto muito. Eu nunca iria querer matar alguém”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: SUPER RÁDIO TUPI

COMENTE ESTA NOTÍCIA!