NOTA DE ESCLARECIMENTO – Reportagem sobre Amadeu e o Progressistas

565

A Direção de Jornalismo e Conteúdo do CENSURA ZERO esclarece que a reportagem “Amadeu reitera ao PP que não disputará eleição; Cássio diz que é único pré-candidato do partido”, publicada na noite de quinta-feira (13/08), foi elaborada de forma correta e idônea, observando as normas técnicas do Jornalismo Profissional e a linha editorial do veículo de comunicação de publicar informações referentes às Eleições Municipais 2020.

A publicação do conteúdo teve muita repercussão, especialmente nas redes sociais e em grupos de WhatsApp, por conta da efervescência natural da proximidade do período das convenções partidárias. O CENSURA ZERO incentiva a Liberdade de Expressão com Responsabilidade e defende, incondicionalmente, a Liberdade de Imprensa.

E, nesse sentido, cabe registrar que duas manifestações chamaram a atenção por conterem um tom acusatório e injusto diante do trabalho profissional realizado, ouvindo o presidente municipal do Progressistas, Sr. Cássio Caldeira, e registrando os esforços para ouvir o filiado Sr. Amadeu Boroto.

Após a circulação da matéria, um internauta recebeu informações e áudio de grupo de membros do Progressistas e publicou uma suposta “Nota de Esclarecimento”, em nome do “Grupo de Pré-Candidatos do Progressistas”, afirmando que “a matéria não condiz com a verdade e transparência”. A publicação traz erros grosseiros, inclusive na grafia do nome oficial do partido e do nome do presidente estadual da legenda.

Por conta das diversas discrepâncias, características de fake news, o texto não é reconhecido pela Direção de Jornalismo e Conteúdo do CENSURA ZERO como publicação oficial. O mesmo internauta postou em um grupo de WhatsApp um áudio do presidente Cássio Caldeira tecendo acusações ao jornalista André Oliveira, de “trabalhar para Preta” [pré-candidata do PSB] e de ter distorcido as informações que prestou ao CENSURA ZERO.

Nas funções de Diretor de Jornalismo e Conteúdo, André Oliveira fez contato na manhã desta sexta-feira (14/08) com o presidente do Progressistas em São Mateus, Sr. Cássio Caldeira, com quem tem relação cordial, para contestar o conteúdo do texto da suposta “Nota de Esclarecimento” e do áudio, reiterando que sempre o respeitou (e valorizou) como Presidente Municipal do Progressistas-São Mateus, por isso o havia contatado para ouvi-lo sobre a pauta que originou a matéria.

O objetivo foi entender o motivo das acusações e cobrar uma retratação pública, diante do vazamento do áudio nas redes sociais. Cássio admitiu o erro e prometeu fazer a retratação, afirmando que divulgaria informações até as 14h sobre deliberações internas referentes à autoria da suposta “Nota de Esclarecimento” e o vazamento público do áudio interno, o que não ocorreu até a publicação deste conteúdo, às 22h45.

A Direção de Jornalismo e Conteúdo esclarece que o CENSURA ZERO tem definida como pauta diária em sua linha editorial a divulgação de informações sobre as Eleições Municipais 2020. Por isso, é atualmente o veículo de comunicação de São Mateus que mais tem publicado conteúdo sobre o assunto, sob apresentação de notícias, reportagens, editoriais ou notas da coluna Bastidores da Política, no uso pleno da Liberdade de Imprensa.

Há candidatos(as) com atividades mais intensas na pré-campanha, como é o caso de Elisângela Nascimento, a Preta (pré-candidata a prefeita pelo PSB). E, até por isso, aparecem mais no noticiário. O CENSURA ZERO faz Jornalismo, não esconde o que é notícia! E reiteramos: exercemos as prerrogativas da Liberdade de Imprensa, e zelamos por tal conduta! Uma simples busca no portal com o tema ‘Eleições 2020’ comprovará as diversas matérias postadas, inclusive do Progressistas.

É razoável esclarecer que o jornalista e radialista André Oliveira é o Diretor-Geral da empresa Visão Atalaia Comunicação e Marketing, que atua há 10 anos na área de Comunicação Social. É um erro grave o Sr. Cássio Caldeira, como líder empresarial, tecer acusações ao Cidadão e Profissional, explicitando que a presença em reuniões e eventos públicos ou privados, com ou sem a presença de pré-candidatos(as), possa levar à distorção de fatos reportados no papel social do Jornalismo!

A denúncia e o combate a fake news institucionalizada, e a cobrança de punição aos criminosos da internet são exemplos da independência e seriedade do trabalho da EQUIPE DO CENSURA ZERO! Estamos preparados para “combater o bom combate”, em tempos de muitos desafios no Jornalismo Profissional.

Ao avançar adiante, nosso olhar não mira o poder econômico efêmero desse tempo (nossa dependência é do Senhor Jesus Cristo!), mas tem foco calibrado nos princípios cristãos e nos valores do trato interpessoal, que fortalecem a Sociedade; e nos debates altruístas e nas atitudes republicanas das instituições, que sedimentam a Democracia!

DIREÇÃO DE JORNALISMO E CONTEÚDO – CENSURA ZERO

VEJA TAMBÉM:

Amadeu reitera ao PP que não disputará eleição; Cássio diz que é único pré-candidato a prefeito do partido

VIGÍLIA DAS CONVENÇÕES – Entenda o que é, e o objetivo!

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO!

COMENTE ESTA NOTÍCIA!