Padrasto estupra enteada de 15 anos para comprovar se ela ‘não era mais moça’

572
PMMG/DIVULGAÇÃO

Um homem de 44 anos foi preso acusado de estuprar a enteada de 15 anos, em Uberaba, de Minas Gerais. Para a polícia, a adolescente relatou que o padrasto queria comprovar se ela “não era mais moça”, como havia escutado na rua.

Ainda de acordo com a polícia, a jovem estava em um quarto da casa com o irmão, quando o padrasto a chamou para ir até outro cômodo. A menina teria se negado e o homem a ameaçou com uma faca. Mesmo assim, a garota resistiu e foi ferida no braço. Em seguida, o estupro foi cometido.

MÃE PASSOU MAL

Um dia após a consumação do crime, a adolescente procurou a mãe para contar sobre o que havia acontecido. A mulher, que está grávida e faz uso de remédio controlado, passou mal e foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao tomar ciência do caso, os socorristas acionaram a Polícia Militar.

Após a denúncia, o homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil. Já a mãe e a menina foram encaminhadas para um hospital da região, para se submeterem a exames.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: RÁDIO TUPI

COMENTE ESTA NOTÍCIA!