Polícia Civil indicia viúvo por feminicídio no caso da professora Regiane, em São Mateus

895

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluiu o inquérito do assassinato da professora Regiane da Silva Pereira. O delegado José Eustáquio disse que o viúvo Paulo Sérgio de Oliveira foi indiciado pelo crime de feminicídio.

O delegado relatou que a DHPP investigou todas as possibilidades. José Eustáquio frisou que a conclusão é de que o crime foi cometido pelo viúvo. Ele acredita que a professora foi morta dentro de casa e depois levada para o local onde foi encontrada, às margens da BR-101.

A prisão temporária de Paulo Sérgio foi renovada uma vez. O delegado José Eustáquio frisa que o inquérito foi encaminhado ao Ministério Público Estadual, que tem o papel de oferecer a denúncia à Justiça. Está sendo requisitada a prisão preventiva do viúvo, cuja medida não estipula prazo como acontece na prisão temporária.

O CRIME

Regiane da Silva Pereira tinha 40 anos e era professora nos centros de educação infantil Amábile Zanelato Quinquim e Dois Esquilos, ambos no Bairro Vila Nova. O corpo dela foi encontrado com sinais de estrangulamento no dia 6 de maio.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | COM INFORMAÇÕES DO TCONLINE

COMENTE ESTA NOTÍCIA!