Saae volta a operar com água de poços; prefeito Daniel dá entrevista a rádio e se nega a falar sobre o assunto ao CENSURA ZERO

1494

A Prefeitura de São Mateus comunicou, por meio do site oficial, que testes apontam que a água captada no Rio Cricaré ultrapassou os limites permitidos de salinização no fim de semana, levando o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) a usar os poços artesianos no abastecimento em São Mateus.

“No domingo (20), a salinidade da água no ponto de captação do Saae ultrapassou os 4400ppm na maré cheia. O limite permitido pela Organização Mundial de Saúde para consumo humano é de 250ppm”, destaca o site oficial da PMSM.

No início da tarde desta segunda-feira (21/10), o CENSURA ZERO tentou entrevistar o prefeito Daniel Santana sobre o assunto, aguardando para falar com ele após sua participação em programa noticioso da Rádio Kairós FM. No entanto, estranhamente, o prefeito negou-se a falar com a Reportagem, que havia esperado por 45 minutos na recepção da emissora para ouvi-lo, prioritariamente, sobre o abastecimento de água em São Mateus.

Daniel respondeu negativamente à solicitação de entrevista feita em duas oportunidades pelo jornalista André Oliveira, acompanhado do cinegrafista Eduardo Ferreira. Chegou a ser descortez ao bater a porta do carro contra o repórter e, literalmente, fugir do local. A Reportagem tinha a intenção também de ouvir o diretor do Saae, René Michel Kherlakian, que acabou saindo apressadamente enquanto a equipe abordava o prefeito.

Daniel e René estavam acompanhados do servidor Yohan Donná Telles, representante da Secretaria Municipal de Comunicação. Foi solicitada a ele a marcação de um horário de entrevista, com o argumento de que já houve solicitações por e-mail não respondidas. Mas, antes de sair também apressadamente de moto, respondeu que a solicitação deveria ser feita na Secretaria.

Confira a recusa do prefeito Daniel em atender ao CENSURA ZERO:

Depois de participar da programação da Rádio Kairós FM, o prefeito Daniel Santana não quis atender à solicitação de entrevista da Reportagem do CENSURA ZERO, que aguardou cerca de 45 minutos para ouvi-lo sobre as orientações quanto ao abastecimento de água em São Mateus com o retorno do acionamento de poços artesianos pelo Saae.

ESTAÇÃO DO SAAE DESLIGADA

Conforme comunicado publicado no site da Prefeitura de São Mateus, a estação do Saae ficou desligada no período entre 9h e 13h, e, depois, das 21h até as 1h40 desta segunda-feira (21/10).

“A estação voltou a bombear água do rio no período entre 1h40 até as 10h20, quando foi desligada novamente, e voltou a ser ligada às 15h10. No período em que a captação ficou interrompida, a autarquia utilizou os poços artesianos perfurados na Cidade para realizar o abastecimento”, frisou o comunicado.

VANDALISMO

Em entrevista à Rádio Kairós FM, o diretor do Saae, René Michel Kherlakian, disse que, no domingo, houve várias denúncias de que alguns bairros ficaram sem água. Segundo ele, ao verificar o funcionamento dos poços do Saae, “foi descoberto que alguns foram desligados devido a atos de vandalismo”.

Ficou acertado que equipes da Guarda Municipal acompanharão servidores do Saae no monitoramento aos poços “para evitar que a situação se repita”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!