Após amputar parte do pênis de garoto de três anos, médico é encontrado morto dentro de casa

627

Dias após amputar parcialmente o pênis de um menino de três anos, durante uma cirurgia de fimose, o médico responsável pelo procedimento foi encontrado morto, dentro de casa. O caso aconteceu na cidade de Malacacheta, em Minas Gerais, e a causa da morte do cirurgião não foi revelada.

A operação do garoto aconteceu no Hospital Municipal Dr. Carlos Marx, e teria durado cerca de 4 horas, mesmo a previsão inicial sendo de demorar apenas 30 minutos.

Ao final do procedimento, o local estava todo ensanguentado e havia uma espécie de gaze enrolada, simulando que o pênis estaria ali. Foi, então, que o pai do menino conta ter pedido a uma enfermeira para retirar o curativo, e afirma não ter conseguido visualizar o órgão.

MAIS DUAS CIRURGIAS

Após a descoberta, o cirurgião responsável foi procurado, mas o pai conta que o mesmo já havia ido embora da unidade. No dia seguinte, a criança foi transferida para o hospital de Teófilo Otoni, onde foi submetido a mais duas cirurgias de reconstrução do membro.

Também no novo hospital, um laudo foi feito e apontou que houve laceração do prepúcio. Com isso, o garoto ainda terá de esperar para saber se poderá recorrer a uma prótese ou não.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: SITE RÁDIO TUPI

COMENTE ESTA NOTÍCIA!