Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!

TOM POLÍTICO – Vereador Balanga aciona prefeito Daniel em possível vingança (combinada) contra secretária Marília, que ele ajudou a colocar no cargo; indicação inusitada tem apoio do presidente da Câmara Paulo Fundão e surpreende colegas da oposição pela veemência: “Vai entrar para a história dos anais do Poder Legislativo”; Kacinho acompanhou o posicionamento em êxtase

EQUIPE CZ-318

Não é novidade, nem segredo, que a secretária municipal de Educação Marília Silveira (MDB) vem usando a máquina pública da pasta para impulsionar seu nome na pré-candidatura a Prefeita de São Mateus nas Eleições 2024, até então com o aval do prefeito Daniel Santana, o Daniel da Açaí (sem partido). Mas uma decisão tomada esta semana pelo vereador Cristiano Balanga (Solidariedade), que ajudou a colocar Marília no cargo, causou surpresa no meio político.

-Com atuação contestada e considerado “vereador problemático”, pelas ações de postura e comportamento imprevisíveis, Cristiano Balanga apresentou na sessão itinerante da Câmara de São Mateus realizada em Santa Maria, na terça-feira (21/11), a Indicação nº 600/2023, requerendo do prefeito Daniel da Açaí o “afastamento de servidores, dirigentes e representantes de autarquias que concorrerão à próxima eleição municipal, a partir de 1º de janeiro de 2024”.

-Claramente direcionada a Marília Silveira, a indicação pode atingir também a secretária municipal de Assistência Social, Marinalva Broedel, que é igualmente cotada para disputar as Eleições 2024 como candidata a prefeita ou a vereadora.

-Balanga deixa evidente o seu posicionamento que pode ser considerado arbitrário na justificativa da indicação: “Muito embora tenhamos conhecimento do prazo para desincompatibilização eleitoral, solicitamos que o Chefe do Poder Executivo providencie a antecipação do mesmo, para 1º (primeiro) de janeiro do ano de 2024. O atendimento desta indicação tem como objetivo impedir que o servidor, no uso do cargo ou emprego público, utilize a administração pública em benefício próprio, não havendo, deste modo, o uso de poder econômico ou político nas eleições por meio da utilização da estrutura e recursos aos quais o servidor, dirigente ou representante de Autarquia tenha acesso”.

-Nos bastidores da política mateense, há quem aposte que a indicação foi uma “sugestão de vingança combinada” do próprio Daniel da Açaí com Balanga, como já ocorreu em outras ocasiões na atual composição do Parlamento Municipal. Nós, da coluna, não duvidamos disso!

PAULO FUNDÃO SURPREENDE, LEMBRANDO PROCESSO DO IMPEACHMENT

Mas o que, de fato, surpreendeu quem acompanhava a sessão itinerante de terça-feira em Santa Maria, e até os colegas de oposição, foi o posicionamento do presidente da Câmara Municipal, Paulo Fundão (PP). Principalmente, por vir acompanhado de uma defesa eloquente, que nem o próprio Balanga se dispôs a fazer.

-No momento da discussão das proposições, o vereador Gilton Gomes, o Pia (PSDB), fez um destaque à indicação de Balanga, afirmando que considerava que era “papel [exclusivo] do prefeito” e os vereadores não têm que se fazer indicação para afastar os servidores antes do prazo determinado pela legislação eleitoral. “O prazo [legal] é dia 5 de abril [de 2024]. Então, eu sou contra essa indicação”, frisou Pia.

-E Paulo Fundão contestou, com veemência: “Eu divirjo, com todo o respeito, do vereador Gilton Gomes. Essa indicação de número 600, para mim, é uma indicação que coaduna com o espírito republicano, com o espírito democrático. É uma indicação onde [sic] solicita que o Chefe do Executivo exonere aqueles servidores que assumem o cargo público, mas com interesse de se eleger. E utilizam do cargo, muitas vezes utilizam da máquina pública, para poder convencer, para poder conseguir o voto do eleitor. Então, eu peço venia a quem discorda, mas essa Indicação número 600/2023, do vereador Cristiano Balanga, vai entrar para a história dos anais do Poder Legislativo, pela coragem de trazer um tema muito caro para o povo. Se o secretário está na pasta e quer ser candidato, ele se retire a partir de 1º de janeiro, entregue a pasta e vá trabalhar e buscar os votos, mas sem utilizar a máquina pública, o que tem acontecido de muito aqui, em São Mateus. A máquina pública tem sido usada de forma desleal, de forma que vem em prejuízo à população. Então, receba aqui o meu apoio. Não obstante eu não votar, mas meu apoio é total a essa Indicação número 600/2023″.

-O discurso veemente de Paulo Fundão foi acompanhado atentamente, em aparente êxtase, pelo vice-presidente Kácio Mendes, o Kacinho (PSDB), que é o líder do prefeito Daniel da Açaí na Câmara de Vereadores. Com sorriso sagaz, Kacinho balançava a cabeça afirmativamente a cada frase contundente do presidente do Legislativo.

-Aliás, o discurso de Fndão até lembrou aquele de defesa que ele fez do prefeito Daniel contra o relatório da comissão do impeachment em fevereiro de 2022 pela cassação do Chefe do Executivo enquadrado pela Polícia Federal, MPF, Controladoria Geral da União e TRF-2.

-Como naquela época, Paulo Fundão destoou de Pia, Laílson da Aroeira (Solidariedade) e Carlinho Simião (Podemos), que reprovaram a indicação do “vereador problemático”.

BALANGA E DISCURSO VACILANTE

Diante da defesa de Paulo Fundão à proposição, o autor Cristiano Balanga até economizou nas palavras, com o costumeiro discurso vacilante: “Eu queria aqui ressaltar que tem que haver respeito na indicação do vereador. Se você vota ou deixa de votar, na hora da comissão, na hora de resolver, você levanta, você vota contra, você vota a favor. Só que o vereador Cristiano Balanga traz aqui (…) a Indicação número 600. Nós tem[sic] visto; eu, como base do governo, o prefeito Daniel cobrar do seu secretário. Mas eu, como vereador desse Município, eu tenho o direito de solicitar do Executivo que aqueles que quer[sic] serem[sic] candidato[sic] que (inaudível) oportunidade a outra pessoa a partir de 1º de janeiro, dentro de suas pastas”.

ESTÁ ESCRITO!

“Quem guardar o mandamento não experimentará nenhum mal; e o coração do sábio discernirá o tempo e o juízo. Porque para todo propósito há seu tempo e juízo” (Eclesiastes 8:56)

ESTÁ CANTADO!

“Você tem palacete reluzente/ Tem joias e criados à vontade/ Sem ter nenhuma herança nem parente/ Só anda de automóvel na cidade/ E o povo já pergunta com maldade:/‘ Onde está a honestidade?’” (Na música Onde está a honestidade?, de Noel Rosa, década de 1930).

CONTATO

O contato com a coluna TOM POLÍTICO e a EQUIPE CZ-318 pode ser feito pelo e-mail censurazeroes@gmail.com ou pelo WhatsApp (27) 99914-9706.

VEJA TAMBÉM:

VÍDEO – Balanga passa mais de três horas na Polícia Federal em São Mateus; ingerência na Secretaria de Educação e na PMSM, como mandachuva do transporte escolar, pode custar caro ao vereador danielista

Balanga é denunciado por “interferir e orientar licitações no transporte escolar”; ex-secretária diz que foi perseguida ao barrar ingerência e teve de abrir 2 ocorrências policiais contra vereador

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA


COMENTE ESTA NOTÍCIA!

Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!